www.centrocelsofurtado.org.br


Boletim n.42


Imprimir



 

 

Boletim n.42
21 de setembro de 2017
 
 
 
BDMG e CEDEPLAR comemoram, respectivamente, 55 anos e 50 anos com o livro  "Instituições de planejamento e de desenvolvimento de Minas Gerais" de João Antonio de Paula
 
 
 
A Biblioteca Celso Furtado acaba de receber em doação o livro "Instituições de planejamento e de desenvolvimento de Minas Gerais: 55 anos do BDMG, 50 anos do Cedeplar", de autoria do professor João Antonio de Paula (UFMG), sócio do Centro Celso Furtado.
 
A publicação traz importante contribuição para o entendimento do papel desempenhado pelo BDMG e pelo Cedeplar na vida econômica, política e social de Minas Gerais, elemento fundamental para a compreensão do presente e a projeção do futuro. “O BDMG e o Cedeplar têm uma longa história de interações, de compartilhamentos; são manifestações de uma mesma época, qual seja, a realidade mineira dos anos 1950-1960, filtrada pela perspectiva do desenvolvimento que, em Minas Gerais, desde o final dos anos 1940, vincou fortemente a ação do poder público e o conjunto das forças sociais, econômicas, políticas e culturais do estado”, explica João Antonio de Paula. (Notícias UFMG)
 
O CEDEPLAR
 
Nascido com o nome de Instituto de Desenvolvimento e Planejamento Regional, IDEPLAR, em 1967, ligado à Reitoria da Universidade Federal de Minas Gerais, o Cedeplar, é dos mais antigos programas de pós-graduação em economia do Brasil. Sua criação deu-se ainda no âmbito da legislação sobre ensino superior anterior à Reforma Universitária de 1968. Essa circunstância, a vigência de legislação que concedia poder discricionário aos catedráticos, muitas vezes refratários à mudanças acadêmicas que ameaçassem seus poderes e privilégios, fez com que o Cedeplar fosse criado como órgão vinculado à Reitoria, no momento em que se ensaiava na UFMG significativo processo de modernização institucional. (Uma grande programação de atividades vem sendo realizada durante este ano. Acesse: http://50anos.cedeplar.ufmg.br/)
 
O BDMG
 
O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, como um banco de desenvolvimento, tem objetivos e compromissos distintos dos outros bancos. Em todas suas ações, o BDMG está comprometido com o desenvolvimento de Minas Gerais e de todos os mineiros. Tem como missão a promoção do desenvolvimento socioeconômico sustentável e competitivo de Minas Gerais, com geração de mais e melhores empregos e redução das desigualdades. (Confira www.bdmg.mg.gov.br)
 
 
 
 
 
 
 
 
PAULA, João Antônio de. Instituições de planejamento e de desenvolvimento de Minas Gerais: 55 anos do BDMG, 50 anos do Cedeplas. Belo Horizonte: 2 Linhas, 2017. 226 p.
 

Doação BDMG 
 
Sinopse: Relacionar instituições como o BDMG e o Cedeplar, tendo como conexão o projeto de desenvolvimento de Minas Gerais, é tarefa que exige extenso conhecimento histórico, econômico e político. O desafio é ainda maior quando, no mergulho na trajetória mais que cinquentenária das duas casas, as questões que iluminam o início de cada projeto ainda se mostram presentes. Uma história tensa e produtiva, que expressa unidade de propósitos, mesmo em meio às mais diferentes conjunturas. Com mandatos distintos, no limite complementares, a universidade e o banco fazem conviver em suas trajetórias o que têm de melhor.
 
(Texto Contracapa)

 





 



 Informamos que no dia 03/11 a BCF não terá atendimento ao público.

 






Patronos

                      










Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento
Av. Rio Branco, 124, sala 1304, 13º andar | Ed. Edson Passos - Centro
Rio de Janeiro, RJ, Brasil. CEP: 20040-001

Tel.: 55 (21) 2220-1829


e-mail: biblioteca@centrocelsofurtado.org.br

Horário de funcionamento:
De 2ª a 6ª feira, das 10h às 13h e das 14h às 18h

Centro Celso Furtado © 2006 - Todos os direitos reservados